O marketing digital foi uma estratégia de mercado desenvolvida para potencializar o alcance, o relacionamento e as vendas para os e-consumidores, usando a internet como canal. Apesar de continuar a manter os mesmos objetivos da divulgação e publicidade tradicionais, o marketing digital, no entanto, passou a incorporar uma enorme quantidade de termos e conceitos para ser capaz de definir, explicar e revelar as novas iniciativas e ferramentas usadas no processo. Se você é um corretor de imóveis e quer se adaptar às maravilhas da tecnologia atual, mas fica ainda um pouco perdido na hora de lidar com expressões que nem faz ideia do significado, veja a seguir o que querem dizer algumas das palavras mais usadas no marketing digital.

Inbound Marketing

É a denominação para as novas estratégias de mercado usadas no mundo digital, com o foco em atrair potenciais clientes, desenvolver um relacionamento com eles, gerar confiança e depois direcioná-los para a concretização das vendas. Nesse sentido, os clientes vêm até onde a empresa está, em vez de a empresa ir até o cliente, como acontece no Outbound Marketing, onde as empresas usam vários meios, como jornais, outdoors e TV, para divulgar os produtos sem mirar um público específico.

Automação de marketing

Termo mais usado para identificar o disparo de e-mails e outras iniciativas que são preparadas para operar sem a participação da vontade ou de ação humana direta, funcionando por meios mecânicos. A ideia é que a pessoa organize um conteúdo para ser passado, com o uso de uma ferramenta, e a partir daí não mais precise mexer nela para que a transmissão da mensagem continue a ser realizada, facilitando seu trabalho e acelerando os resultados desejados.

Blog

É uma página com endereço na internet que serve como espaço rico para empreendedores e empresas publicarem conteúdo de interesse de seu público-alvo, não apenas para desenvolver o relacionamento com os clientes fidelizados, mas também para atrair novos consumidores. Em geral, o conteúdo vem em forma de post e são dispostos em ordem cronológica.

Marketing de conteúdo

Um dos principais artifícios do Inbound Marketing, através do qual se cria conteúdo para ser disponibilizado em blog ou websites, com o objetivo de atrair público visitante.

Visita

Representa um acesso ao seu blog ou website. Um visitante, se acessar seu espaço virtual em um intervalo maior do que 30 minutos, vai gerar a contabilização de duas visitas.

Conversão

Diz respeito às ações que o controlador ou programador do site espera que o visitante realize, como, por exemplo, o preenchimento de um formulário, realizar uma compra, entre outros comandos call to action.

Call to action (CTA)

É exatamente uma “chamada para a ação”, ou seja, são comandos determinados pela empresa para que os usuários que visitam sua página na internet realizem, com isso alcançando as pretensões do empreendedor ou da organização. Em geral, são botões, banners ou links com frases imperativas, como “clique aqui”, “veja nossa oferta” ou “compre agora”.

Geração de leads

A mais importante das conversões: transformar os visitantes de seu blog ou website leads.

Lead

É a pessoa que visitou seu blog ou website e deixou, de alguma forma, através de formulários ou pesquisas, seus dados para manter contato com você. Este visitante demonstrou interesse em seus produtos, e por isso pode ser considerada um cliente em potencial, apta a passar pelo funil de vendas.

Funil de vendas

É uma representação gráfica do processo pelo qual os leads passarão até se tornar um cliente fidelizado e concretizar uma aquisição de produto. Há uma grande quantidade de pessoas na etapa inicial, quando se possui todos os leads captados, mas afunilando-se tal contagem, na medida em que o relacionamento vai sendo desenvolvido, até chegar àqueles que finalmente estarão prontos para a compra, tornando-se clientes.

Nutrição de leads

Significa uma técnica de automação de marketing para o envio de conteúdo por e-mail, com o objetivo de conduzir da melhor maneira possível o lead através do funil de vendas, atraindo e mantendo sua atenção, interesse e expectativa, sugestionando-o até o momento da compra.

Segmentação de leads

Outra técnica empregada para favorecer o relacionamento com os leads, a partir da análise e, depois, dividindo-se esses contatos de acordo com certo critério. Essa tarefa vai ajudar a traçar estratégias diferentes conforme a propensão da pessoa em comprar e seu perfil.

Qualificação de lead

Após uma boa análise, será viável também classificar os leads em grupos que demonstrem ser boas oportunidades, mais imediatas, para aquisição de seus produtos, pessoas que ainda não preparadas para comprar e aqueles que não têm perfil para serem convertidos em clientes. Ou seja, com esse processo de qualificação, será possível determinar os conteúdos que serão passados para cada grupo, e aumentar as chances de vendas.

Links patrocinados

Constituem anúncios pagos e que são exibidos com maior ou menor destaque nas páginas de resultados de uma busca feita em portais de pesquisa, como o Google, Yahoo! ou Ask, entre outros, ou em sites afiliados. Isso acontece a partir das palavras-chave usadas pelo usuário.

Programas de afiliados

São acordos realizados entre um comerciante virtual e seus associados, os quais, através dos seus sites afiliados, vão divulgar a atividade da empresa ou do empreendedor e enviar mais visitantes para o site dele, recebendo uma comissão nas vendas feitas.

Agora que você já sabe mais sobre as palavras empregadas no meio virtual para divulgar seus imóveis, o que está esperando para aproveitar a internet e vender muito mais?

Quer saber mais sobre o BemDireto? Confira aqui todas as oportunidades para gerar novos negócios.

Comente aqui