Alguns corretores se queixam de encontrar dificuldades para negociar certos imóveis, mesmo fazendo todas as recomendações de um bom atendimento e a identificação precisa do perfil da clientela. Mas nem sempre o problema está no atendimento – e muito menos nos valores do imóvel, como muitos insistem em dizer. Você tem passado por alguns casos como esse? Então, descubra sete características de imóveis que poderão estar atrapalhando a conclusão de suas transações imobiliárias.

Imóveis com documentação irregular

Se o imóvel estiver com pendências na Justiça, sofrendo risco de penhora, por exemplo, ou tem sua posse estorvada com uma cláusula de usufruto, entre outros problemas do tipo, será difícil que alguém se interesse por tal moradia, a não ser que exista alguma intenção de investimento em longo prazo ou outra intenção menos imediatista. A falta de registro cartorial também afasta eventuais compradores, que preferem fugir de qualquer risco.

Altas despesas com condomínio e taxas adicionais

Sobretudo para quem vai alugar apartamento, despesas como condomínio e outras taxas acabam ficando a cargo do locatário. Se a soma ficar muito pesada para quem vai alugar, isso pode espantar a conclusão do negócio.

Mau estado de conservação

Aparência de extremo desgaste e falta de cuidado nas instalações e acabamentos do imóvel podem afugentar os interessados que, a princípio, não vão querer investir em reformas ou obras de manutenção para se mudarem para o local. Será mais fácil para eles continuar procurando outros imóveis que atendam às suas necessidades de modo mais rápido.

Ausência total de mobiliário e itens de acabamento

Imóveis que não oferecem nenhum armário, basculantes, portas, além de itens de utilidade primária, como bocais para lâmpadas, revestimentos de tomadas, entre outros, podem afugentar as pessoas que tenham pressa em se mudar ou instalar algum comércio no local em questão. Esse estado do imóvel também vai exigir muitas aquisições que podem estar fora do orçamento ou que sejam inesperadas para o eventual comprador ou locatário.

Não ter vaga(s) na garagem

Muitas vezes quem busca um apartamento, principalmente, necessita de uma vaga para seu automóvel, e não pretende deixar seu veículo adormecer na rua. Há casos, inclusive, de pessoas interessadas em mais de uma vaga de garagem. Existe obviamente a possibilidade de se alugar vagas de outros condôminos, mas apartamentos que oferecem uma ou mais vagas em conjunto com sua aquisição são mais facilmente vendáveis.

Má localização do imóvel

Às vezes o imóvel é maravilhoso, com arquitetura impecável, bom estado de conservação e muitos acessórios em seu condomínio, como salão de festas, academia, salão de jogos, sauna a vapor e outros serviços; no entanto, sua localização não é considerada “das melhores”. Se ele está distante das principais vias de acesso da região, ou fica longe dos meios de transporte, do comércio e das escolas, ou ainda fica inserido em uma área que é considerada perigosa ou violenta, pode ser muito difícil realizar sua venda ou aluguel, mesmo que ele apresente uma grande qualidade intrínseca.

Temperatura do imóvel

Se não houver boa ventilação no lugar, estando o apartamento ou residência em lugares extremamente quentes, ou ainda não houver aquecimento ou utensílios de suporte em locais mais frios, isso também pode influenciar no interesse pelo imóvel.

Essas são apenas algumas das características que podem atrapalhar uma venda. Algum imóvel de seu portfólio apresenta outro ponto que dificulta sua negociação? Conte para a gente através dos comentários!

Para saber mais sobre o BemDireto siga por aqui e confira como captar clientes reais e fazer parcerias rentáveis.

Comente aqui